Igreja da Madonna dell'Orto

Verified

A Igreja da Madonna dell'Orto é uma maravilha da arte gótica veneziana construída em 1350, encomendada pela Congregação dos Humilianos. A igreja original foi dedicada a São Cristóvão e recebeu o seu nome. São Cristóvão era o santo padroeiro dos viajantes e barqueiros que atravessavam a lagoa. Ainda hoje existe uma estátua de São Cristóvão por cima do portal. O nome da igreja foi alterado em 1414 por concessão do Concílio dos Dez, após a descoberta de uma estátua da Virgem perto de uma horta. Os venezianos acreditavam que esta estátua inacabada da Virgem, segurando Jesus nos seus braços, tinha poderes especiais. A igreja também ostenta uma bela torre sineira com 56 metros de altura.

O interior tem três naves e belas colunas em ambos os lados. A grande rosácea e o portal são o trabalho do Bartolomeo Bon veneziano. Como em muitas outras igrejas venezianas, encontramos a técnica regalzier, uma técnica de acabamento em alvenaria. A igreja também ostenta um belo claustro interno, que é difícil de visitar, no entanto, excepto para celebrações ou eventos especiais.

Os tesouros da igreja são as obras de Tintoretto, que era paroquiano e vivia a poucos metros de distância.  Na igreja encontra-se também o túmulo da família Tintoretto, marcado por uma placa, que se encontra na capela à direita do presbitério. Outros grandes artistas que trabalharam na igreja são Bellini, Vivarini e Cima da Conegliano. Tintoretto pintou e doou à igreja o magnífico "Julgamento Universal" em 1562. Também por Tintoretto deve admirar a "Apresentação de Maria no Templo" de 1551-1556 e "O Culto do Bezerro de Ouro" de 1562. Outra obra-prima na igreja é "São João Baptista e Santos Pedro, Marcos, Jerónimo e Paulo" de Cima da Conegliano, de 1495. 

A igreja oferece muitas outras obras de arte dignas de admiração. Recomendamos que os explore mais. Com a ajuda do nosso mapa, sugerimos também que chegue à casa de Tintoretto, não muito longe da igreja.